-

MPE pede impugnação de Auricélio Moreira em Pedras de Fogo

                                          auricélio

O Ministério Público Eleitoral (MPE) ingressou com um pedido de impugnação do registro da candidatura do candidato a prefeito de Pedras de Fogo, Auricélio Moreira da Cunha, mais conhecido como “Gordo”, com base na Lei da Ficha Limpa.
Segundo o pedido do MPE, assinado pelo promotor Márcio Gondim do Nascimento, Auricélio Moreira não estaria apto para disputar a prefeitura de Pedras de Fogo porque foi condenado pelo Tribunal Regional Federal pela prática de crime previsto da Lei das Licitações (8666/93), estando, dessa forma, inelegível para a disputa.
O pedido de impugnação é datado do dia 22 de agosto. A expectativa é que o resultado do pedido seja divulgado ainda essa semana. De acordo com Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o último dia do prazo para que qualquer candidato, partido político, coligação ou o Ministério Público Eleitoral (MPE) impugnasse os pedidos de registro individual de candidatos foi o dia 24 de agosto.
Essa é segunda vez que o peemedebista tenta conquistar a prefeitura de Pedras de Fogo. Aliado e indicado pelo deputado federal Manoel Júnior, também do PMDB, Gordo perdeu as eleições em 2012 para para o atual prefeito, Dedé Romão (PSB), que disputa a reeleição.
MaisPB com Assessoria

Compartilhe :

veja também

Publicidade Publicidade Cacimba de Dentro-PB Secretaria de Educação Facebook

últimas notícias