-

Luciano vê RC agindo como Opositor e diz que apaziguará disputa na Câmara

Na oportunidade, ele falou ainda sobre o novo secretariado e eleição para a Presidência da Câmara Municipal de João Pessoa




                     
                                                         Créditos: Reprodução / WEB



Ainda repercute a declaração do prefeito reeleito Luciano Cartaxo (PSD), no programa "Frente a Frente", com Heron Cid na TV Arapuan, nesta segunda-feira (24). Segundo Luciano, o governador Ricardo Coutinho age como Opositor.
Na oportunidade, ele falou ainda sobre a conjuntura política na Paraíba, a relação com o Governo do Estado, o novo secretariado e a eleição para a Presidência da Câmara Municipal de João Pessoa.
Confira a entrevista:
Relação com o governo estadual e a falta de parcerias
“Durante esses quatro anos de gestão nossa, infelizmente o governador se posicionou em determinado momento quase que como um líder da oposição do nosso governo. Então foi uma relação de oposição à gestão municipal mesmo estando em um cargo executivo. A exceção foi na eleição de 2014 quando nós estivemos juntos no momento mais difícil da vida pública do governador Ricardo Coutinho no qual todos apostavam que ele perderia, a gente feliz uma aliança, foi importante e esperávamos que essa aliança pudesse prosperar do ponto de vista de trabalho conjunto entre as gestões. Infelizmente isso não foi possível”.
Composição do novo secretariado para os novos quatro anos de mandato
“Quando chegar na hora oportuna, eu acredito que no final do mês de novembro para o início de dezembro nós vamos ter um desenho e começar a pensar como é que a gente vai projetar para a segunda gestão o secretariado. Mas nós vamos aproveitar muita gente com experiência da nossa gestão que são muito importantes e claro, vou procurar agregar, somar com parceiros que estiveram na nossa campanha, na nossa coligação, apesar de que boa parte dos partidos que nos apoiaram na campanha eleitoral já fazem parte da nossa gestão”.
Sucessão da mesa diretora da CMJP
“Temos uma bancada numerosa com 16 vereadores, dois ou três candidatos que disputam a presidência [da CMJP] e vamos dialogar e chegar a um entendimento para que a gente tenha a unidade da bancada e estabelecer o que a gente estabeleceu nos últimos quatro anos com Durval Ferreira: uma parceria em que o poder executivo e legislativo deram aos mãos a favor da cidade de João Pessoa, com autonomia, com independência, mas acima de tudo com capacidade de diálogo entre as instituições para ajudar a cidade de João Pessoa”.
Da Redação
fonte:WSCOM

Compartilhe :

veja também

Publicidade Publicidade Cacimba de Dentro-PB Secretaria de Educação Facebook

últimas notícias