-

Palmeiras vence e amplia vantagem para o Fla

                       


O Palmeiras ficou mais próximo de pôr fim ao jejum de 22 anos e voltar a conquistar o Brasileiro.
Depois de praticamente um mês longe do Allianz Parque, o time comandado por Cuca voltou à sua casa, superou uma de suas piores atuações na temporada e teve de contar com uma tarde inspirada do goleiro Jailson para assegurar a vitória de 2 a 1 sobre o Sport neste domingo. Ainda aproveitou para provocar, claro, o concorrente direto na briga pelo título, Flamengo.
O rubro-negro carioca não passou de um empate em 2 a 2 com o Corinthians em seu retorno ao Maracanã. Ao anunciar o gol de Guilherme, que abriu o placar para o rival alvinegro, o locutor do Allianz, então, alfinetou.
"Cheirinho no ar. Visitante 1, Flamengo 0", brincou.
A distância entre os dois saltou agora de quatro para seis pontos na tabela a seis rodadas do final do campeonato.
O Sport deixou o gramado reclamando de ‘ajuda‘ da arbitragem ao Palmeiras em pênalti não assinalado em toque de mão do colombiano Mina na área, ainda no primeiro tempo. "(Foi) Vergonhoso. Quando é a favor dos outros volta a bola, interfere. Ali foi pênalti claro, na cara dele, braço esticado. Infelizmente eles têm medo de errar para quem está lá em cima", disparou o meia Diego Souza na saída para o intervalo, em entrevista ao canal Premiere.
Os comandados de Cuca deixaram a controvérsia de lado, se recuperaram do adeus na Copa do Brasil e, mesmo com dificuldade, fizeram o seu papel.
Aos 20 minutos, Moisés deu lindo lançamento para Dudu, que invadiu a área e chutou na saída de Magrão para abrir o placar, em contra-ataque alviverde perfeito.
A pressão era toda dos pernambucanos.
Enquanto isso, Jailson parava Rogério, Everton Felipe e o que mais vinha em sua direção.
Ele não pôde fazer nada aos 32, após Rithely acertar o travessão em cobrança de escanteio e, no rebote, Rogério completar para as redes.
Dominado em campo, o Palmeiras reagiu antes da saída para o intervalo e aproveitou corte mal feito do zagueiro Matheus Ferraz para a lateral. Tchê Tchê aproveitou a sobra na rebatida e pôs os donos da casa na frente mais uma vez, aos 45.
A dinâmica da partida foi a mesma no intervalo, mas o placar não foi alterado.
Ao todo, 31.107 mil pessoas compareceram ao Allianz para uma renda de R$ 2.172.551 milhões.
Com o resultado, o Palmeiras dispara na liderança, com 67 pontos. O Sport fica no 15º lugar, com 37.
FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 2 X 1 SPORT
Local: Estádio Palestra Itália, em São Paulo (SP)
Data: 23 de outubro de 2016, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Auxiliares: Nadine Schramm Camara Bastos (Fifa-SC) e Pablo Almeida da Costa (MG)
Público: 31.107
Renda: R$ 2.172.551,24
Cartões amarelos: Fabiano, Thiago Santos e Jailson (Palmeiras); Diego Souza e Luis Ruiz (Sport)
GOLS:
PALMEIRAS: Dudu, aos 20 minutos do primeiro tempo, Tchê Tchê, aos 45 do primeiro tempo
SPORT: Rogério, aos 31 minutos do primeiro tempo
PALMEIRAS: Jailson; Fabiano (Thiago Santos), Yerry Mina, Vitor Hugo e Zé Roberto; Jean, Tchê Tchê e Moisés; Allione (Cleiton Xavier), Dudu e Lucas Barrios (Alecsandro)
Técnico: Cuca

SPORT: Magrão; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Ronaldo Alves e Renê; Rithely, Paulo Roberto e Diego Souza; Rodney Wallace (Luis Ruiz), Everton Felipe (Apodi) e Rogério (Vinícius Araújo)
Técnico: Daniel Paulista

ESPN.com.br

Compartilhe :

veja também

Publicidade Publicidade Cacimba de Dentro-PB Secretaria de Educação Facebook

últimas notícias