-

Criança é baleada e dois são mortos após perseguições de moto e tiroteios na PB

Crimes ocorreram em João Pessoa e no município de Gurinhém, no Agreste da Paraíba, onde uma menina que brincava nas proximidades de igreja foi atingida por bala perdida


                                                                             
Um dos crimes ocorreu no bairro Cristo Redentor, em JP
Imagem compartilhada por WhatsApp

Dois jovens foram assassinados a tiros e uma criança foi baleada após perseguições de motocicleta e tiroteios nas cidades de João Pessoa e Gurinhém, no Agreste da Paraíba, a 75 km da Capital, na noite desta quinta-feira (10).


Em Gurinhém, segundo o sargento Paulino, da Polícia Militar do município próximo de Itabaiana, que fica responsável pelas ocorrências da região, uma dupla de moto perseguiu o jovem assassinado na ocorrência. De acordo com o policial, a vítima, que não foi identificada, estava a pé e conseguiu correr por algumas ruas do Centro da cidade enquanto sofria disparos dos suspeitos, até não resistir aos ferimentos e falecer. Durante os tiros, uma menina de oito anos de idade foi atingida no abdome por uma bala perdida.

“Ela brincava nas proximidades de uma igreja quando foi ferida”, contou Paulino. Conforme explicou o sargento, a menina foi socorrida para o Hospital Regional de Itabaiana, de onde foi transferida para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa. A PM informou que os médicos que a atenderam relataram que ela apresentava quadro estável.

Na Capital, o crime ocorreu no bairro Cristo Redentor, na Zona Oeste da cidade. Segundo a PM, um jovem que seguia como carona de uma moto foi perseguido, na companhia do condutor do veículo, por uma dupla em outra moto, que atirou diversas vezes.

Cinco disparos atingiram as costas da vítima, que caiu da moto e morreu ainda no local. O motociclista que trafegava com a vítima fugiu e não foi localizado pela polícia. O jovem assassinado não foi identificado.

Até o fechamento desta matéria, a polícia não havia apurado quais seriam as motivações para as ocorrências e ninguém foi detido.

Fonte: portal correio

Compartilhe :

veja também

Publicidade Publicidade Cacimba de Dentro-PB Secretaria de Educação Facebook

últimas notícias