-

Em um ano, violência no trânsito fez quase 11 mil vítimas em JP; evento pede conscientização

                                         



A semana que lembra a Paz no Trânsito em João Pessoa começou com uma notícia que não lembra em nada a tranquilidade tão desejada por condutores que, conscientes, lutam por um tráfego mais seguro.
Como de costume, na madrugada do sábado (21) agentes de trânsito organizaram uma blitz no bairro do Bessa, nas proximidades do Clube dos Médicos, para interromper a circulação de motoristas que estivessem cometendo alguma irregularidade, como, por exemplo, a mistura perigosa de direção com álcool.
Foi quando o agente da Lei Seca, Diogo Nascimento de Souza tomou uma atitude que já lhe era comum: pedir que um condutor parasse o veículo para averiguação. Ao invés da parada e dos esclarecimentos, o pedal do acelerador foi acionado. Em uma velocidade, ainda não divulgada pela perícia, Rodolpho Carlos da Silva atropelou o funcionário do Detran, que teve graves ferimentos. O desfecho? Infelizmente Diogo faleceu.
As estatísticas de acidentes de trânsito impressionam pela grandiosidade dos números. Somente no ano passado, o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, atendeu quase 10.500 vítimas de acidentes de trânsito
Quase 70% dos atendidos foram vítimas de acidentes de moto (7.774). Os números são seguidos por acidentes envolvendo automóvel (1.009), atropelamento (919), bicicleta (600) e ônibus (136).
Mas não são apenas números. Os dados representam projetos e sonhos que foram deixados para trás em virtude da violência no trânsito. O caso mais recente de atropelamento resultou nas mortes de duas mulheres, de 59 e 62 anos, no bairro de Mangabeira.
Dia Municipal da Paz no Trânsito 
Conscientizar a população por um trânsito mais seguro e humanizado. É com este objetivo que a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP) vai realizar, nesta terça-feira (24), ações educativas e simulações de resgates em alusão ao Dia Municipal de Paz no Trânsito. O evento ocorrerá das 16h às 20h, na Praça da Esplanada do Novo Parque da Lagoa.
Nossa responsabilidade com a manutenção da Paz no Trânsito é diária, mas neste dia em específico queremos que a população abrace esta causa para que possamos tornar nossos atos mais humanizados e assim salvar vidas”, Carlos Batinga, superintende de Mobilidade Urbana.
Wallison Bezerra – MaisPB

Compartilhe :

veja também

Publicidade Publicidade Cacimba de Dentro-PB Secretaria de Educação Facebook

últimas notícias