-

Operação desarticula quadrilha que agia no Brejo paraibano

                                  



Na madrugada desta quinta-feira (26) foi desencadeada na cidade de Guarabira, Rainha do Brejo Paraibano, a “Operação Rede do Mal”, com o objetivo de cumprir vários mandados da justiça. Cerca de 160 policiais militares, civis e integrantes do Corpo de Bombeiros, cumpriram 14 mandados de prisão e 18 de Busca e Apreensão. A operação teve saldo positivo e conseguiu realizar 3 autos de prisão em flagrante delito.
Foram apreendidos cerca de 25 quilos de droga, 3 armas de fogo, 2 coletes balísticos, dois rádios de comunicação e munições de diversos calibres. 
Foram presos: José Washington Nunes (Lobão), natural de Campina Grande-PB, mas que residia nas Grotas (Gba);  Gilmar Romão Batista, residente no Buraco de Afonso (Gba); Jaelson Romão da Silva (Joca), residente no Buraco de Afonso (Gba); Arilson Carlos Pereira, residente na rua Pinto (Gba); João Victor Pontes (Vitinho), residente na rua Solon de Lucena (Gba); Madson Cláudio da Conceição (Má), residente próximo à Praça do Encontro (Gba); Fabiano dos Santos Silva (Bim ou Fabiano das Grotas), residente nas Grotas (Gba); Josimar Cunha da Silva (Mazinho), residente no Conjunto Assis Chateaubrinad (Gba); Raimundo Isaias de Araújo (Tiziu), residente no Nordeste II (Gba); Jakson Gomes de Souza (Jacó), residente na Rua do Lenço (Gba); Leonardo Andrade da Silva (Leozinho), residente próximo à UPA (Gba); José Arimateia Gomes (Tafarel), (endereço não divulgado); Fábio dos Santos Silva ( endereço não divulgado); José Abraão Simeão (endereço não divulgado);  Maria Eduarda Silva dos Santos (endereço não divulgado) e Diego da Silva (endereço não divulgado). Um menor de apenas 16 anos e que não teve o endereço divulgado, também está envolvido e foi apreendido. 
WhatsApp Image 2017-01-26 at 16.40.31Segundo o delegado regional da 8ª DRPC, Ricardo Sena, esse grupo era chefiado por Jailton do Buraco de Afonso, assassinado em novembro do ano passado. Ainda de acordo com o delegado, depois da morte de Jailton, o irmão dele (Gilmar) era quem comandava o grupo ao lado de Joca.
Os criminosos fazem parte de facções criminosas com atuação na região, o que se conclui como uma das operações de maior repercussão positiva realizada na região. Os meliantes serão conduzidos para vários presídios no Estado.
Participaram da operação contou com 80 policiais civis, 80 militares,incluindo os bombeiros, e 50 viaturas policiais, liderados pelos delegados Luciano Soares (Regional de Campina Grande), Ricardo Sena (Regional de Guarabira), Hugo Lucena (GTE) e pelo Cel. Arilson Valério (Comandante do 4ºBPM) e seu Subcomandante, Major Sinval. 
Por Juca Martins

Compartilhe :

veja também

Publicidade Publicidade Cacimba de Dentro-PB Secretaria de Educação Facebook

últimas notícias