-

Ministro inspeciona junto com Cássio barragem que rompeu em PE para definir chegada de águas à Paraíba

O Ministério da Integração Nacional emitiu uma nota oficial na noite desse sábado (4), atestando a segurança da barragem de Barreiro, em Sertânia, no Sertão de Pernambuco




A vazão ainda é pequena mas a água continua vindo", disse Cássio (Foto: Divulgação)

O ministro da Integração, Hélder Barbalho, visita na manhã desta segunda-feira (6) o reservatório que se rompeu, a barragem de Barreiro, no município de Sertânia, em Pernambuco, para definir o novo cronograma da obra. O ministro será acompanhado pelo senador Cássio Cunha Lima (PSDB). 
"A boa notícia é que as bombas flutuantes, emprestadas por Alckmim, já estão sendo usadas para jogar água em Barro Branco, último reservatório antes do Açude de Poções em Monteiro. A vazão ainda é pequena mas a água continua vindo", disse Cássio.
O Ministério da Integração Nacional emitiu uma nota oficial na noite desse sábado (4), atestando a segurança da barragem de Barreiro, em Sertânia, no Sertão de Pernambuco. O princípio de rompimento foi identificado na manhã da sexta-feira (3) em parte da estrutura. O Departamento Nacional de Obras contra a Seca (Dnocs) na Paraíba, Alberto Gomes, disse, na tarde desse domingo (5), que a barragem voltou a receber águas. Segundo ele, a previsão de técnicos é que o vazamento provoque um atraso de dois a três dias para a chegada das águas à Paraíba. A previsão de chegada inicialmente era nesse domingo (5). 
Cássio acredita que no final da manhã, será definido o novo cronograma. 
De acordo com o secretário, há cerca de 50 profissionais habilitados integrando a equipe do ministério no local para diagnosticar as causas do vazamento. 
Desde o primeiro comunicado sobre o vazamento no reservatório, equipes se dedicaram em tempo integral a conter a dispersão da água e garantir a segurança das famílias que vivem no entorno. Técnicos da área Ambiental e de Fiscalização do Projeto foram pessoalmente - de casa em casa - alertar os moradores de comunidades na região.
De forma preventiva, as equipes do ministério ofereceram a remoção de cerca de 60 famílias de 10 localidades para áreas seguras. Um ginásio, uma escola municipal, um salão paroquial e o canteiro de obras do Projeto São Francisco, todos na comunidade Rio da Barra, estiveram disponíveis para abrigar temporariamente a população que poderia ter sido impactada. Como as casas não foram afetadas, apenas uma família foi removida, mas já retornou à residência.
As obras do reservatório Barreiro foram iniciadas em março de 2014 e finalizadas em setembro de 2015. O início do enchimento se deu em 25 de fevereiro deste ano e a saída das águas pela estrutura de controle aconteceu no dia 27 do mesmo mês, totalizando dois dias de enchimento. O reservatório, que tem comprimento de 1,91 km e 14,39 metros de profundidade, possui capacidade de 2.612.000 m³.
COM:ClickPB
Por:Diário de Cacimba de Dentro


PUBLICIDADE

Compartilhe :

veja também

Publicidade Publicidade Cacimba de Dentro-PB Secretaria de Educação Facebook

últimas notícias