-

Envolvido em chacina, amigo de Patrick Gouveia, teria estuprado garota de 13 anos

Menos de seis meses após sair da prisão para responder em liberdade pelo envolvimento na chacina de uma família brasileira, na Espanha, Marvin Henriques, de 18 anos, agora está sendo acusado de estupro de vulnerável e poderá voltar para a cadeia. Ele foi preso em outubro do ano passado, após a polícia concluir que ele teria conversado e incentivado o amigo Patrick Gouveia, no momento em que o colega matava e esquartejava a família de Marcos Campos Nogueira, no povoado de Pioz, próximo à capital espanhola.

Um mês depois, Marvin deixou o presídio PB1 e passou a ser monitorado por tornozeleira eletrônica. Na semana passada, o já investigado teria conhecido uma garota de 13 anos, na orla da Capital e, horas depois, os dois teriam feito sexo dentro do carro do acusado, configurando um caso de estupro, por conta da idade da menina.


Segundo a delegada Joana D’arc Sampaio, a menina fez sexo com Marvin de forma consentida. Apesar disso, segundo ela, a situação se configura um caso de estupro de vulnerável, porque a vítima é menor de 14 anos. “Os dois se conheceram na praia e essa seria a terceira vez tiveram relações sexuais. A mãe descobriu o caso quando eles estavam no carro e foram abordados por ela. Ainda vamos ouvir os dois para saber desde quando estava acontecendo o envolvimento, além de outros detalhes”, disse.


Redação 



PB agora


Por:Diário de Cacimba de Dentro

Compartilhe :

veja também

Publicidade Publicidade Cacimba de Dentro-PB Secretaria de Educação Facebook

últimas notícias