-

Temer deve acabar com abono salarial para compensar recuos na reforma da Previdência

O presidente Michel Temer (PMDB) deve compensar os recuos na reforma da Previdência com a extinção do abono salarial. A informação é do jornal O Globo.
Temer cedeu às pressões da sua base no Congresso e autorizou, ontem, a mudança em cinco pontos da proposta de reforma, o que vai reduzir em pelo menos 17% a economia que o governo pretendia nos gastos com o INSS nos próximos dez anos. Isso corresponderia a cerda de R$ 115 bilhões, conforme estima a Casa Civil.
A economia com a proposta original era de aproximadamente R$ 678 bilhões em uma década.
Segundo O Globo, uma fonte da área econômica afirmou que esses pontos retirados da proposta original terão que ser compensados, e uma das medidas seria o fim do abono salarial, que equivale a um salário mínimo por ano a quem ganha até dois salários mínimos. Esse benefício consome em torno de R$ 18 bilhões por ano e contempla 22 milhões de trabalhadores.
A vice-presidente do PT na Paraíba, Giucélia Figueiredo, disse nesta sexta-feira (07) que os movimentos sociais, sindicais e os partidos de esquerda como PT, PCdoB, Psol continuam se mobilizando contra a retirada de direitos da classe trabalhadora. “Desse governo ilegítimo de Micel Temer pode se esperdar tudo em relação à retirada de direitos dos trabalhadores. Por isso que estamos mobilizados nas ruas, para reagir à altura com as pressões necessárias para que esse ataque não venha a se concretizar”, disse.
“Nós vamos reagir à altura conjuntamente com os partidos de esquerda, até mesmo partidos da base aliada do ilegítimo Michel Temer que estão se rebelando contra os ataques aos direitos da classe trabalhadora”, disse Giucélia, destacando o compromisso com o Brasil desses partidos, das organizações sociais,do movimento sindical, da Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo, denunciando e reagindo porque “entendem que essa luta é em defesa de direitos trabalhistas duramente conquistados pela classe trabalhadora”.
O Globo

Compartilhe :

veja também

Publicidade Publicidade Cacimba de Dentro-PB Secretaria de Educação Facebook

últimas notícias