-

Ricardo Coutinho revela a diferença na celebração de alianças entre o projeto do PSB e o da oposição: “Não é a fulanização’"

Ricardo Coutinho revela a diferença na celebração de alianças entre o projeto do PSB e o da oposição: “Não é a fulanização’
Do governador Ricardo Coutinho (PSB) ontem (21), para quem a celebração de alianças pelo PSB tem como foco agregar ideias ao projeto de governo proposto pelo partido, distanciando-se da velha política que privilegia nomes e interesses individuais, numa critica a oposição.

“Não é a ‘fulanização’ da política, isso fica pra quem está do outro lado”, disse o governador. E reafirmou: a desconfiança entre seus integrantes permeia a chapa da oposição. Na entrevista de ontem, ao criticar a formação da chapa da oposição por PSDB e PV, o vice-prefeito de Campina Grande, Enivaldo Ribeiro, disse que o PP “não está na oposição, totalmente”. A emblemática frase deu margens a interpretações que poderão ser confirmadas ou não, esta semana.

Há quem enxergue uma possibilidade concreta de o PP celebrar aliança com o PSB, em apoio à pré-candidatura de João Azevêdo, indicando a deputada estadual Daniella Ribeiro como candidata ao Senado – a propósito, em entrevista na semana passada, a parlamentar admitiu disputar uma cadeira no Senado, se fosse “convocada pelo partido”.

E ontem, Enivaldo Ribeiro voltou a falar sobre o assunto, numa emissora de rádio. Disse que é uma chapa imposta que querem “enfiar na gente de goela abaixo”. E reiterou: “Não aceitamos”.

Redação/pbagora

Compartilhe :

veja também

Publicidade Publicidade Cacimba de Dentro-PB Secretaria de Educação Facebook

últimas notícias