-

Na Paraíba, 165 empresas devem R$ 9,1 milhões à Receita Federal

A Receita Federal identificou mais de R$ 9 milhões em sonegação fiscal de empresas na Paraíba entre março e maio deste ano. Os dados são referentes ao ano-calendário de 2015 e apontam que 165 empresas do estado caíram na malha fina.
Ao Portal MaisPB, o auditor federal Hamilton Guedes explicou que as empresas apontadas pelo levantamento declararam um rendimento diferente do real faturamento, por isso, a inconsistência foi apontada e é preciso regularizar a situação.
Em 2014, 56 organizações também foram apontadas por cometer esse tipo de irregularidade. O auditor esclarece que esse tipo de notificação ‘individualizada’ só começou a ser feita a partir de 2014, que foi quando o Sistema Público de Escrituração Digital (Sped), disponibilizado pela Receita, passou a ser adotado pelas empresas.
Guedes acredita que até o final do ano os dados de 2016 também devem ser levantados para que as discrepâncias sejam notificadas. Segundo ele, o que dificulta uma solução de forma rápida para os erros dos outros anos é o atendimento.
“A identificação acontece de forma rápida pela plataforma, mas a estrutura do atendimento faz com que precisemos resolver as questões paulatinamente. Ou seja, depois de encontrar as irregularidades, precisamos demandar um tempo para que as empresas possam procurar a Receita e solucionar a situação”, ressalta.
As empresas notificadas devem procurar o Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (e-Cac), para corrigir a divergência. Caso a pessoa jurídica queira questionar e recorrer, deve ir até a Receita Federal.
Em todo o país, o valor sonegado pelas empresas chega a R$ 1 bilhão, conforme levantou a Receita Federal.  A ação é uma etapa do Projeto Malha Fiscal da Pessoa Jurídica da Receita Federal, que aponta inconsistências no recolhimento de tributos por meio do cruzamento de informações eletrônicas.
MaisPB

Compartilhe :

veja também

Publicidade Publicidade Cacimba de Dentro-PB Secretaria de Educação Facebook

últimas notícias